((º·.¸(¨*·.¸*Pumpkin Juice* ¸.·*¨)¸.·º ))


*Explicação*

 

Eu sei que todo mundo tá morrendo de curiosidade pra ver as fotos e saber como foi o aniversário da Isa... Só que to com um problema com essa p... de uol e não consigo postar, porque ele fala que eu "excedi o número de caracteres permitido".

 

To resolvendo isso, e assim que estiver tudo certo, venho contar tudinho... mas acho que só semana que vem, porque amanhã to indo pra Caraguá...



Escrito por Endora* às 08h35
[ ]


*Carta para Isadora*

 

Minha filha, você não tem idéia de como eu gosto de pronunciar essas palavras... minha filha... Minha filha Isadora, escrevo essa carta, mas não sei se quando você aprender a ler, vai conseguir compreender... estou tentando  transformar em palavras meus sentimentos, mas é tão difícil... principalmente porque eu sempre fui melhor em narração do que em dissertação... Então, filha, o que você vai ler aqui são fragmentos, talvez mal explicados, dos meus sentimentos...

 

Quando penso que há alguns (ou serão muitos?) anos atrás, o dia de hoje era uma data feliz porque era o aniversário do seu avô, meu pai, imagino também a alegria e o orgulho que ele teria de você, minha filha... Você ia ter gostado muito de conhecer seu outro vovô. Mas as coisas nem sempre são como a gente quer, logo cedo aprendemos isso... Então, você resolveu fazer uma surpresa, e há 2 anos, você chegou ao mundo, exatamente no dia 29 de outubro. Há 3 anos atrás, jamais poderia sonhar que teria uma filha como você. Mentira. Em parte. Eu sempre sonhei ter uma filha. Quando era criança, não me cansava de ficar olhando a lua. Enquanto todo mundo imaginava o que eram as sombras a lua (o dragão de são Jorge, monstros, cidades, somente as crateras mesmo..), eu sempre tive certeza do que era... Desde aquela época, filha de Ísis que sou, via uma barriga grávida, imensa. As sombras só podiam ser o bebê...

 

Sempre quis ser mãe. Sempre sonhei ser mãe de uma menina linda. Mas nunca imaginei que seria tão perfeita como você... Lembro da primeira vez que te vi. Um grãozinho de arroz na tela preto-e-branco do ultrasson. Um grãozinho de arroz que tinha um coraçãozinho forte, batendo à toda, dentro do meu ventre. Desde o momento em que eu recebi o resultado do exame que dizia “Positivo”, minha vida (e a do seu pai), virou de cabeça pra baixo. Você foi amada, desejada e querida desde antes de ser concebida. Um dia eu te conto a história inteira.... À partir do seu nascimento, eu, que sempre dormi como uma pedra, agora tenho o sono mais leve que de um gato. Basta uma respirada diferente sua, lá no seu quarto, que eu já acordei, pulei da cama e estou do seu lado...

 

Dois anos se passaram, desde que eu peguei você no colo pela primeira vez. Dois anos que passaram voando. Você fez muitas descobertas, aprendeu a engatinhar, a andar, a falar, de bebê se transformou numa criancinha encantadora... e isso não é corujisse de mãe não. Todo mundo que te conhece concorda com isso... Nesses 2 anos eu também aprendi muito. Descobri o que é ser mãe. Ter gerado uma vida e ser responsável por ela. Ter a responsabilidade de te ensinar a viver! Também conheci um amor que até então não sabia que existia, aquele em que daria a minha vida em troca da sua, se necessário fosse... Ainda não me conformo como esses 2 anos passaram rápido. Talvez rápido demais pro meu gosto. Ano que vem você já vai pra escolinha! Imagina, parece que semana passada você era um toquinho de gente, que só chorava, e agora está indo pra escola! Estou vendo você crescer a cada dia, e talvez, rápido demais pro meu gosto.

 

Daqui a pouco você estará batendo asas. E voando. Voando cada vez mais alto. E o ninho ficará vazio, sem você. Eu sei que esse é ciclo da vida.. mas eu queria ter o poder de congelar o tempo. Ter você sempre assim, bebê, embaixo da minha asa, porque apesar de estar usando o pássaro nessa metáfora, eu sempre te protegerei, como uma leoa protege os seus filhotes... e assim, tenho a ilusão que você está segura, a salvo de tudo e de todos... Por que quero tanto proteger você? Porque quero poder ver você sempre feliz, sorrindo. Sempre. Acho que esse é o desejo de toda mãe. Ver sempre seu filho feliz. Já dizia Elis Regina, quando Maria Rita (hoje uma cantora de voz linda, que logo você vai conhecer) era apenas um bebê: “Que ela ria muito, que nunca se sinta pesada...”, traduzindo o que desejo pra você.

 

O que eu sinto ao ver você sorrir é uma coisa que jamais conseguirei transformar em palavras. Seu sorriso, demonstrando sua felicidade, é o maior prêmio que eu e o papai podemos ganhar! Por isso, como pais de primeira viagem, tentamos fazer as coisas para você da melhor maneira possível. Muitas vezes acertamos, outras erramos, mas tenha certeza, que entre esses acertos e erros, nosso objetivo é que você seja feliz. Sempre!

 

Hoje continua sendo o aniversário do vovô, mas é um dia mais especial ainda, porque é o dia em que a nossa família ganhou o maior presente que podíamos imaginar: você! E por isso, por você ser tão importante e especial em nossas vidas, nosso presente pra você é um desejo. Desejamos sua felicidade. Desejamos que você sempre esteja sorrindo, iluminando o mundo com a alegria da sua alma. Desejamos que bem aventurada seja a aventura da sua vida. E que essa seja a mais bela possível, em todos os momentos!!!



Escrito por Endora* às 02h32
[ ]


*Sossego*

 

Não resisti... Nesse exato momento, aqui em casa...



Escrito por Endora* às 14h36
[ ]


*Festa!!!*

 

 

Hoje é a festa de aniversário da Isa. Depois conto como foi...



Escrito por Endora* às 08h37
[ ]


*Pra descontrair...*

 

Aproveitando, já que todo mundo gostou da minha foto nova do Orkut, to me achando... Dá licença, que eu sou a cara da mãe da Marissa, de O.C.? Verdade. O computador que falou...

 

http://www.myheritage.com

 

Quando eu estava grávida então, era cara da Shakira, como ninguém notou???

 

http://www.myheritage.com

 

Só pra saber... Por que ninguém me avisou que eu tenho 90% de semelhança com a Angelina Jolie? E isso 10 minutos depois de ter dado à luz!

 

http://www.myheritage.com

 

 

Eu não tinha percebido a semelhança entre o Marido e o Rick Martin... E nem com o Justin Timberlake.... Será que preciso de óculos???

 

http://www.myheritage.com

 

 

E pra finalizar, Isadora, então, é praticamente parente da JK, além de ser irmã gêmea da Hermione...

 

http://www.myheritage.com

 

 

Tá bom... Esse programa é pior do que a minha mãe que acha o Marido Antonio parecido com o Fábio Assunção...ahahahahah

 

Quer ver com quem você “parece”? É só clicar em qualquer das colagens acima...



Escrito por Endora* às 08h13
[ ]


*Grande Prêmio*

 

 

Eu nunca fui fã de esportes. Sempre achei um tédio assistir futebol, basquete, vôlei... Mas eu gostava de ver Fórmula 1. Isso, claro, há muito tempo, na era Senna.

 

Em 1993, eu costumava acordar cedo nos domingos de GPs, via a largada e a corrida toda. Sofria, vibrava, torcia.

 

Assisti ao Grande Prêmio do Brasil daquele ano, o que o Senna ganhou. Chorei de emoção com a vitória dele, ele saindo todo duro do carro, tão tenso que não conseguia segurar nem o troféu e nem a champanhe no pódio...

 

A última corrida que vi foi a do dia 31 de maio de 1994. Aquela. A de Ímola. Da fatídica porrada na curva Tamburello. Assisti, incrédula, retirarem o corpo inerte do Ayrton de dentro do cockpit e o içarem pro helicóptero.

 

Lembro das minhas exatas palavras, assim que meu pai chegou da padaria: “Pai, o Senna bateu. Acho que ele morreu!”

 

Meu pai, tão incrédulo quanto eu, partilhou da ansiedade e da dor. Ele não podia ter morrido, afinal super-herói não morre! Infelizmente, descobri que os super-heróis morrem sim. Tive certeza disso quando, apenas 1 mês e alguns dias da morte do Senna, meu pai foi se juntar a ele...

 

Depois disso, nunca mais assisti a F1. Pra que? Pra ver o Barrichello conseguir quebrar uma Ferrari e nunca conseguir terminar uma prova? Não. Deixa pra lá...

 

Do mesmo modo, a “música do Senna” ficou muito triste. Antes era tema de vitórias e comemorações, mas depois ficou sendo uma marcha fúnebre, talvez até pelas mortes próximas,cronologicamente...

 

Hoje teve corrida. Novamente um Grande Prêmio de Interlagos.Vi a largada (será que vi?), e peguei no sono. Fui acordada com a frase “Felipe Massa na reta final...” . Levantei e fui assistir. E pela primeira vez, em 12 anos, fiquei feliz ao ouvir a música do Senna.

 

Ver o piloto vibrando. Apanhando a bandeira, exatamente como o Senna fazia. Comemorar no pódio. Fiquei feliz, porque aquilo me mostrou que quase tudo pode ser recuperado... Pena que existe o quase...

 

Mesmo assim, obrigada, Felipe!  

 

**UPDATE: A "virose" da Isa é uma tradicional gripe, da qual ela já está melhorando...



Escrito por Endora* às 19h58
[ ]


*Antivírus*

 

 

Ontem eu tirei o dia de “folga”. Não, não foi uma folga boa, daquelas que a gente tira e vai passear, organizar as coisas, ou simplesmente descansar... Tirei folga porque tanto eu como a Isadora estávamos simplesmente acabadas....

 

Terça feira estava toda empolgada pra ir no show do Palavra Cantada, já tinha até mandado um recadinho pra Olívia... Oba, outra amiga virtual que íamos encontrar, mas quando chego em casa, a Isadora está pelando de febre.

 

Dei banho, Paracetamol, Umckan, gotinhas homeopáticas e nada da febre ceder... dali algumas horas, dei Alivium e, fazendo jus ao nome, realmente aliviou...

 

Nem preciso comentar que a noite foi daquelas. Isa dormiu com a gente na cama. Quer dizer, dormir é modo de dizer. Ela escoiceou a gente pra fora. Imagine a cena: uma cama king, os pais espremidinhos, cada um de um lado, quase caindo da cama e a bonita no meio, esparramada....

 

Sem falar no medo de amassar a criancinha (como se isso fosse possível!), e  que quase de hora em hora ela acordava chorando... Ninguém dormiu. Eu bem que tentei, mas, tirando os chutes e coices da Isadora, ainda amanheci com um baita torcicolo...

 

Não que essa noite tenha sido das melhores. Isa acordou bastante, mas dormiu no berço e assim não conseguiu treinar seus golpes ninja nos pais, o que já ajudou muito...

 

Ufa! Se criança quando está saudável dá trabalho, doente então nem se fala! Nessas horas, eu penso o que é ser Supermãe. E sempre que penso nisso, a primeira pessoa que me vem na cabeça é a Denise. Mãe de primeira viagem, de gêmeas, deu um pé na bunda da babá 1 mês depois do parto, enfiou as caras e se transformou, pelo menos pra mim, NO exemplo de mãe perfeita.

 

Não, não é exagero não. Ela com as duas fadinhas, sempre foi muito mais tranqüila e centrada do que eu só com a Isa...

 

Aí, quando estou acabada, como hoje, penso na Dê, e falo pra mim mesma: “Não reclama! Primeiro, porque foi você quem escolheu e segundo, que você só tem uma!” risos...

 

Bom, mas o caso é que ontem de manhã cedinho, o recorde da febre foi 38,7º! Entrei em desespero, porque a Isadora nunca teve febre (não falei?). As “febres” dela não passam de 37,5º. Ligo pra pediatra e não consigo falar com ela.

 

Tive a brilhante idéia de levá-la ao hospital. Juro que não sei por que insisto nisso. O médico olha pra mim, olha pra Isa, nem mede a temperatura dela. Olha os ouvidos, ouve o coração, enfia aquele treco na goela da coitadinha (e ela quase vomita, como sempre acontece comigo...) e dá o meu diagnóstico preferido: virose!

 

Como assim, virose? Vocês não têm noção de como eu fico emputecida com esse negócio de virose. Já escrevi sobre isso... o médico não sabe o que é tasca uma virose!

 

Fui embora feliz da vida, como vocês devem imaginar, e tentei ligar de novo pra Dra. Cláudia. Consegui! Ela fez um monte de perguntas, e por fim mandou continuar acompanhando, porque se for alguma infecção, em 48 horas já deve haver mais alguma manifestação, do contrário, o organismo dela já começa a reagir, e ir ligando pra ela, colocando-a a par da situação...

 

Vamos combinar que pode até ser o mesmo diagnóstico, mas a atenção é completamente diferente: ela se importa, explica, acompanha... não é que nem esses médicos que olham pra cara da criança e já vão fazendo a receita: paracetamol, soro fisiológico e líquidos.

 

Da próxima vez que me falarem que a Isa está com virose, eu vou responder: “então pode deixar que eu vou passar um Mc Afee Vírus Scan nela, quando chegar em casa...”



Escrito por Endora* às 08h58
[ ]


*Mulher de fases*

 

Isadora puxou pra mãe. Já é uma mulher de fases. Em certas semanas ela só quer comer morango. Depois, não quer nem ver a fruta pela frente. Já tivemos a fase da banana, do mamão, da melancia, da pêra e agora estamos na uva.

 

Isso sem falar naquela história de “cuspir pra cima”. Isso porque, quando eu era professora (sim, eu já fui professora!), tinha um menininho na escolinha, do período integral, de uns 2 aninhos que SÓ comia Miojo. Era Miojo no almoço e Miojo na janta. Todo dia. E eu pensava com os meus botões: “Ai, imagina! Quando eu tiver um filho, eu não vou ficar dando isso pra ele não!” . Anhãn. Só que caiu na cara, direitinho. Isadora AMA o maldito Miojo. Tem dia que ela só quer comer o macarrãozinho borrachento e pronto. E quem disse que eu não dou? Pois é. Cospe pra cima, cospe!

 

Agora também está na fase de dormir com brinquedos. É um tal de “Bainey!”, “Beeza!” (não sei porque raios ela chama a Cinderela de Beleza...), “Indinha! (ela colocou o nome da boneca que a Dinda deu de Lindinha), “Coeinho!”, “Uisinho Pupis!” e vai pedindo, até que não tem mais braço pra abraçar tanta coisa...

 

Com a TV também é assim. Isa agora descobriu que nem só de Xuxa vive o DVD. Tudo bem que Santa Maria da Graça continua a fazer milagres (até brócolis a criancinha come, quando está na frente da TV), mas agora entrou em outra fase: Pingú.

 

 

 

Pra quem não conhece, é uma animação de massinha, que conta histórias de uma família de pingüins. As personagens centrais são o Pingú e sua irmãzinha, Pingá.

 

É bonitinho... tá, eu acho meio bobinho... mas a questão é que a Isadora simplesmente adora. Dá gargalhadas vendo as estrepolias dos pinguinzinhos...

 

Pra quem se interessar, tem 2 DVDs disponíveis: Pingú em família e Pingú entre irmãos, e ambos estão disponíveis no Submarino...

 

Outra dica legal de DVD é a série Vila da Floresta da Hello Kitty, que apresentei ontem pra Isa. Também é animação em massinha, com a gatinha fofa e sua turminha... 

 

 

To com um pressentimento de que os dias do Pingú estão contados...



Escrito por Endora* às 12h43
[ ]


*Dia das Crianças!!!*

 

Tem data mais legal que essa? Um dia inteiro dedicado a brincar e comer porcaria!!! E esse foi o primeiro ano que a Isa realmente curtiu e aproveitou!!!  Fizemos uma festinha na casa da Dinda da Isadora, com direito a cachorro-quente, algodão doce, pipoca, salgadinho, brigadeiro, balas (mas refrigerante não que eu continuo sendo chata!), pula-pula, piscina de bolinhas e até palhaço!!!

 

A Isa não ia ganhar nada agora, porque “O” presente ainda não está pronto (suspense...). Mas como a criançada toda ia ter, minha mãe adiantou o presente de aniversário dela...  Abre parênteses: corri na véspera no shopping aqui perto e comprei um fogãozinho liiiiiindo. Daqui a pouco liga o Marido Antonio. Ele estava conversando com a minha sogra e ela disse que meu cunhado e a namorada compraram de aniversário pra Isa.... um fogãozinho!!! Tá. Marido chegou do trabalho e foi trocar. O presente foi uma penteadeira com banquetinha, espelho, secador de cabelo, escovas e até chapinha. Bem perua, pra combinar com ela!;) Fecha parênteses.

 

Lá na festinha, a Isa nem olhou pro presente. Rasgou o papel e saiu correndo. Daqui a pouco a Dinda Kelly traz outro presente, uma nenê muuuito fofa! Isadora rasgou o papel e saiu correndo. Descobri que essa coisa de ela ficar triste porque não ia ganhar presente é muito mais coisa minha e do Marido do que dela... O melhor presente que ela ganhou foi a festa...

 

Ah, e antes que eu me esqueça, queria dar parabéns a todos os professores e professoras... Afinal, sem eles, não haveriam médicos, advogados, jornalistas, engenheiros, dentistas, veterinários... e eu não estaria escrevendo esse blog e nem você lendo....;)

 

Agora as fotos, que o povo gosta... 

 

Isa e Bia. apesar da diferença de idade, a Bia é a melhor amiga da Isa...

 

Tia Dri faz parte do pula-pula???

 

Gi, de palhaço, dando presentes pra criançada....

 

Isa abrindo o presente do "paaço"..

 

Que delícia de suco!!!

 

Oiê!!! Adoro uma bagunça!!!

 

Isadora, muito independente, já está procurando apartamento, porque vai morar sozinha ano que vem... Agora está aprendendo a dirigir...

 

E os vídeos:

 



Escrito por Endora* às 09h00
[ ]


*Dias especiais*

 

De vez em quando acontecem certas situações que eu fico aqui pensando em deletar o blog. Isso já aconteceu várias vezes, e acho que quem acompanha nosso cantinho sabe. Mas eu acabo não deletando. Penso bem e vejo que não compensa. Por quê? Por vários motivos, mas o principal são os amigos virtuais que encontrei por aqui... E sábado tive o privilégio de conhecer pessoalmente uma grande amiga virtual: a Carla Pascual!

 

Ela veio pro Scrapdivas e combinamos de nos encontrar... Como eu esperava, a Carla é uma pessoa maravilhosa, ficamos um tempão conversando e temos uma afinidade incrível! O tempo passou rápido, como sempre acontece quando estamos nos divertindo, mas já combinamos outros reencontros...;)

 

 

 Foto foooofa!!!!

Notem a Isa segurando a flor que ela deu pra Carla.... Solta, Isa!!!

 

Ontem fomos pra Ribeirão Preto, eu, minha mãe e a Isa. Eu tinha um processo pra ver e aproveitei pra ir até o HC levar a foto da Isa. Entrei lá e, descendo as escadas, de mãos dadas com a Isadora, comecei a chorar.

 

Há 3 anos atrás, eu descia aquelas mesmas escadas, na incerteza de que teria um bebê, e agora eu estava descendo com a minha filha ali do lado! Não consegui conter as lágrimas... Mãe é bicho bobo mesmo, fazer o que?

 

As enfermeiras fizeram a maior festa com a Isadora, e claro, ela retribuiu... de repente, a Auxiliadora pergunta: “E aí? Vamos fazer outro bebê?”

 

Por enquanto não, mas vamos amadurecer a idéia...  E como a mãe da Isadora é uma marmota, é claro que ela esqueceu a máquina fotográfica!

 

Mas segue uma seqüência de fotos tiradas num sítio-pesqueiro, no domingo...  

Sentada na beira do lago... 

Isa amassando os bichinhos... ô Felícia!!!

 

 

 

E os dois vídeos "countries" conforme prometido:

 



Escrito por Endora* às 09h37
[ ]


*Semfilhinhafobia*

 

Fim de semana. Jantar árabe, com show do Tony Mouzayek ao vivo. Conversinha rápida com a Isadora:

 

-Isa, a mamãe e o papai vão sair e você não vai, hoje, tá?

-Tá.

-Você vai ficar com a vovó... vai nanar com ela, tá?

-Táááá!!!

-Então tá. Tchau!

-Tiau, mamãe! Tiau, papai! - voltando a brincar.

 

No jantar, pro Marido, pra Milena, pra Thais, pro Gustavo, pro garçom:

 

-Será que a Isa estranhou?

Cinco minutos depois:

-Será que ela já dormiu?

Três minutos depois:

-Mas será que ela ta dando trabalho pra minha mãe?

 

Uma hora da manhã. Chegamos em casa. Nada de Zamin. Como assim, nada de Zamin? Ah, lembrei.... Quando eu fui levar a Isa pra minha mãe, ela foi junto. Deve ter ficado por lá... Subo a escada, olho a porta do quarto da Isa aberta e o berço vazio. Vou pro meu quarto e deito na cama. Viro de um lado. Viro de outro. Daí viro pro Marido Antonio e desabafo:

 

-Que saco! Não tem bebê, não tem cachorro, não tem nada! Que casa chata essa!!!

 

Algumas fotos do jantar e da Isa (depois coloco mais porque o UOL fica me limitando, saco!) e alguns vídeos (com minha professora e amiga Crys dançando) da Noite Árabe:

 

Érika Bérgamo, linda, dançando com o Tony

Mi, eu e Thais, antes do jantar... 

Gustavo e Marido fingindo que estão se divertindo....

 

 

Minha pequena Felícia, no apartamento de Caraguá... 

Amasso antes de dormir... Friozinho à beira-mar... 

Isa com papaizinho no aniversário da Camilinha...



Escrito por Endora* às 13h57
[ ]


*Conto de Fadas*

 

 

Estou lendo a “Psicanálise dos Contos de Fadas” e estou adorando. Me arrependo tanto de ter passado em psicologia, quando prestei meu primeiro vestibular, e não cursar!

 

O fato é que existe toda uma dinâmica psicológica nos contos de fadas, diferente até mesmo das fábulas. O conto de fadas ajuda a criança a entender e superar certas situações de sua vida. Isso porque o conto de fadas sempre é trágico (alguém morre, a criança é abandonada, ou algo do gênero), e isso acontece na vida real.

 

O livro exemplifica com “João e Maria”. Uma menina, quando era criança, se espelhava na história, pois via o irmão abrir-lhe caminho e lhe proteger. Já adolescente, interpretou a história de uma outra forma: se Maria sozinha conseguiu matar a bruxa, ela também não precisava do irmão para vencer os obstáculos da vida.

 

Claro que tudo isso ocorre de forma inconsciente. Mas o fato é que estava com a Milena discutindo esse assunto (abro aqui um parênteses para falar que temos teorias incríveis, sobre os mais diversos assuntos.... isso sóbrias. Imagina se a gente fosse chegada num “bagulho”... ninguém ia suportar a gente...risos), e em dado momento, perguntei pra ela qual era o seu preferido. Ela me respondeu “Cinderela” e perguntou o meu... Comecei a lembrar qual era o meu conto de fadas preferido...

 

Eu sempre adorei esse tipo de história, tanto que o blog era pra chamar “Fairy Tales”.... Lembro da minha Tia “Parcida” (era como eu chamava a tia Aparecida) no quarto de hóspedes de casa, sentada na cama, e eu, pequenininha, com a cabeça no colo dela e ela contando.... lembro de em certo momento da história ela "puxar" os alfinetes da minha cabeça... lembro que sempre pedia pra ela repetir a mesma....

 

O nome? Não sei. Andei pesquisando e vi umas histórias parecidas, como “O Príncipe e as Três Laranjas” e as “Três Cidras”, mas era diferente. Tinha a pomba, tinha a princesa, e tinha o alfinete. Mas tinha uma bruxa. E no lugar do príncipe era o pai.

 

Tentei reescrever a história, como eu lembro. Infelizmente, não posso mais pedir à “Tia Parcida” que me conte mais uma vez, pois ela se foi em 2004, enquanto eu ainda estava grávida... Bom, se você quiser ler, clique *AQUI* , e se souber o nome, por favor me diga...

 

E só pra saber.... qual é o seu conto de fadas preferido???



Escrito por Endora* às 16h03
[ ]


*Santa Maria da Graça Meneghel*

 

A Xuxa, depois de assassinada virou santa. Começou a fazer milagres aqui em casa e foi canonizada. Desde semana passada, a Isadora está raspando o prato. Como conseguimos? Simples, usando uma tática que vai fazer com que os psicólogos modernos de plantão e mães “politicamente corretas” tenham ataques: chantagem.

 

-Se não comer tudo, não coloco a Xuxa.

-Tá. (criancinha balançando a cabeça e enfiando a colher na boca) . Cabô!

-Não acabou não. Tem que papar tudo, senão não tem Xuxa.

-Tá! (enfiando a colher novamente na boca)

 

E assim, sucessivamente, até o fim do prato. Eu sei que não se deve fazer isso, porque ela tem que saber que comer não é uma obrigação e assim parece que é, porque só se ela comer vai ter o que gosta e blá, blá, blá... Mas em minha defesa, nas últimas 3 semanas, Isadora simplesmente parou de almoçar e jantar. Meia colher de arroz e pronto. Isso leva qualquer mãe ao desespero. E se eu tiver que agüentar a Xuxa pra ela estar alimentada... que seja!

 

Eu sei que é fase (tanto da comida como da Xuxa), que vai passar, foi assim com o Barney. No entanto, tenho que admitir que a Xuxa de hoje não tem nada a ver com a Xuxa dos anos 80 e 90. Eu não peguei a fase de sucesso dela, porque já tinha uns 12 anos, então nunca fui fã. Mas, muita gente que não conhece os DVDs “para baixinhos”, associa a sua imagem àquela Xuxa... No entanto, as músicas são bem adequadas à faixa etária, muitas inclusive, traduções de músicas do Barney, os figurinos e cenários lindos e muitas crianças nos clipes.... além disso, ensinam cores, números e letras.

 

Não que seja o ideal ela só ver a Xuxa. Mas sinceramente? Prefiro que ela veja isso do que a Cicarelli dando na praia. Pronto. Falei! Mas é que eu fiquei tão boba com tantas pseudo-feministas-modernosas defendendo o sacro direito da modelo de acasalar na água espanhola, que fiquei aqui pensando se a Daniela não era uma espécie de mamífero marinho em extinção... Mas isso é história pra outro post....

 

Ah, consegui atualizar meus scraps! Os últimos são esses:

 

 

 

 

 

 

 

 



Escrito por Endora* às 20h10
[ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog